Prefeito Gustavo traz “Internet para Todos” à Cajobi



O prefeito Gustavo Sebastião da Costa assinou segunda-feira (12), em Brasília, o programa Internet para Todos, que pretende levar acesso à banda larga para locais remotos sem conectividade. O programa beneficiará a cidade de Cajobi e o Distrito de Monte Verde Paulista, incluindo todas as escolas da Rede Municipal de Ensino e outros órgãos públicos, que começarão a receber as antenas necessárias para acessar a internet a um preço reduzido, de acordo com informações do governo federal.

 

 

Após a assinatura da adesão, a previsão é que os primeiros municípios beneficiados recebam a partir de maio as antenas que permitirão a conexão.O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações confia que 200 antenas serão instaladas por dia, uma conexão que será possível graças ao Satélite Geoestativo de Defesa e Comunicações Estratégicas.

 

 

Segundo o prefeito, Gustavo “a adesão ao programa é mais um passo para os munícipes se integrarem a globalização, pois, hoje sem estarmos conectados a internet ficamos isolados de tudo, e essa é mais uma conquista que garantirá o desenvolvimento e a integração do nosso município com o mundo.”

 

Saiba mais sobre o Programa Internet para Todos:

 

É de graça?

 

Não. O programa vai oferecer conexão em banda larga a preços acessíveis, com o objetivo de democratizar o acesso à internet e promover a inclusão social e garantir às pessoas que moram nessas localidades condições para contratar um plano acessível de acesso à internet.

 

Como o Internet para Todos vai funcionar?

 

O programa será implementado a partir de acordos, intermediados pelo MCTIC, entre municípios e empresas credenciadas. O ministério vai acompanhar as parcerias para garantir a oferta do serviço banda larga nas localidades.

 

Qual a situação do Município de Cajobi?

 

Já estamos participando, o prefeito assinou o termo de adesão ao programa e aguarda a instalação das antenas.

 

Qual será a participação do município?

 

O município já selecionou as localidades para a instalação das antenas e a prefeitura deverá garantir a segurança desse equipamento e também arcar com as despesas de energia elétrica que essa antena vai consumir.